Close
Máquinas de marcação

Modelos para cabos

Transferência térmica

A transferência a quente com fita é o princípio de marcação mais fiável e duradouro. A ligeira fusão da matéria plástica oferece uma resistência maior à abrasão e aos agentes atmosféricos. Uma ampla escolha de fitas coloridas permite uma fácil identificação dos cabos.

Fiabilidade

A alta qualidade dos materiais e da montagem são as nossas melhores garantias. O nosso marcador é de uso intuitivo.

Longa vida da máquina

O princípio de construção e a inovadora projetação são qualidades necessárias para as novas linhas de produção, e permitem uma utilização de longa duração. Além disso, os acessórios de marcação são intercambiáveis garantindo uma atualização constante da máquina.

Marcador a quente métrico com fita

a) Dispositivo acumulador para tensão constante da fita
b) Suporte para bobina jumbo motorizada
c) Encoder para controlo de velocidade de deslizamento do cabo
d) Dispositivo com abertura pneumática para a passagem de imperfeições do cabo
e) Afastamento pneumático da roda de marcação em caso de paragem da linha
f) Numerador mecânico para marcação da metragem com reset manual ou automático
g) Codificador de 6 dígitos para data/lote de produção

Opções:

Gestão das funções da fita

  • Dispositivo Venturi – Dispositivo para a recolha aspirada da fita usada, após a fase de marcação. A fita usada será armazenada num recipiente em inox, com filtro e aspirador potenciado para aumentar o vácuo.
  • Dispositivo Venturi com corte motorizado – Sistema c.s. com princípio revolucionário, 100% made in Gnata, para corte motorizado da película para reduzir significativamente o volume e aumentar a capacidade de recolha no recipiente inox.
  • Alarme fim de fita – Dispositivo que avisa o operador quando a fita para marcação termina, com aviso sonoro e luminoso. O operador poderá assim intervir a tempo para evitar produções de tubo não marcado.

  • Alarme rutura de fita – Dispositivo de fibra ótica que deteta eventuais ruturas da fita, informando o operador com aviso sonoro e luminoso. O operador poderá intervir tempestivamente par restaurar a fita e evitar a produção de tubo não marcado.

  • Dispositivo leitura de cor – Dispositivo de fibra ótica que permite monitorizar constantemente o seu produto e intervir caso a fita cole, evitando o desenrolamento contínuo da fita por arrastamento e a interrupção da produção.

  • Dispositivo tandem – Dispositivo para a instalação de 2 fitas para marcação uma em fase de utilização e a outra em fase de stand-by. No final da fita em uso, o operador poderá intervir rapidamente e substituir a fita pela que se encontra em stand-by, otimizando o tempo necessário para a troca.

  • Dispositivo acumulador tandem – Dispositivo para manter em constante tensão a fita de marcação, e alcançar uma maior velocidade de trabalho. A fita é carregada no tubo acumulador; duas fibras óticas de nível mínimo e máximo controlam o desenrolamento automático da fita. Autonomia de marcação permitida por dois rolos de fita, tipo pancake de 3000 metros, troca manual. Máxima velocidade de marcação da máquina com dispositivo acumulador: 50 m/min.

  • Dispositivo acumulador para uma bobina jumbo – Dispositivo para manter em constante tensão a fita de marcação e alcançar altas velocidades de trabalho. A fita é carregada no tubo acumulador; duas fibras óticas de nível máximo e mínimo controlam o desenrolamento máximo da fita. Com inversor para gestão dinâmica da velocidade de desenrolamento e força de aspiração, com possibilidade de otimizar o consumo de película, com dispositivo de troca de película on-the-fly. Autonomia de marcação permitida por uma bobina, tipo jumbo, de 20.000 metros. Máxima velocidade de marcação da máquina com dispositivo acumulador: 150 m/min.

  • Dispositivo acumulador com duas bobinas jumbo, com troca manual – Dispositivo para manter em constante tensão a fita de marcação e alcançar altas velocidades de trabalho. A fita é carregada no tubo acumulador; duas fibras óticas de nível máximo e mínimo controlam o desenrolamento máximo da fita. Com inversor para gestão dinâmica da velocidade de desenrolamento e força de aspiração, com possibilidade de otimizar o consumo de película, com dispositivo de troca de película on-the-fly. Maior autonomia de marcação permitia por duas bobinas, tipo jumbo, de 20.0000 metros. Máxima velocidade de marcação da máquina com dispositivo acumulador: 150 m/min.

  • Duplo dispositivo acumulador com duas bobinas jumbo com troca automática – Dispositivo para manter em constante tensão a fita de marcação e alcançar altas velocidades de trabalho. A fita é carregada no tubo acumulador; duas fibras óticas de nível máximo e mínimo controlam o desenrolamento máximo da fita. Com inversor para gestão dinâmica da velocidade de desenrolamento e força de aspiração, com possibilidade de otimizar o consumo de película, com dispositivo de troca de película on-the-fly. Maior autonomia de marcação permitida por duas bobinas, tipo jumbo, de 20.000 metros. Máxima velocidade de marcação da máquina com dispositivo acumulador: 150 m/min. Troca automática da fita ao esgotar a bobina em utilização para otimizar os tempos de trabalho.

  • NUMERADORES PARA METRAGEM OU PÉ:

  • Numeradores mecânicos de 3-4-5 dígitos, com altura de carateres de 2,5 a 7 mm para metragem progressiva a cada volta da roda de marcação. Com dispositivo de reset manual.
  • Numeradores mecânicos de 3-4 dígitos, com altura de carateres de 2,5 a 7 mm para marcação do número de coil, com avanço manual da numeração.
  • Dispositivo de reset automático dos dígitos do numerador – Dispositivo de reset automático com visualização da produção no painel de controlo com PLC. Configurando o comprimento da bobina pretendida no painel de controlo, ao alcançar a medida o numerador será colocado a zeros, com indicação acústica e luminosa para o operador. Será enviado um impulso à guilhotina para a fase de corte. A opção refere-se ao numerador mecânico.
  • Conta-bobinas de 3-4 dígitos com avanço automático dos dígitos – Dispositivo mecânico de 3-4 dígitos, altura carateres 2,5-7 mm. Permite marcar o número de bobina em fase de produção, de =0000= a =9999=. Ao restaurar o numerador mecânico, será enviado um impulso para o avanço do conta-bobinas de uma unidade. Instalado na roda de marcação da máquina, completo com suporte. A considerar em conjunto com a opção Numerador Mecânico e opção Reset Automático do Numerador.
  • Dispositivo pneumático para avanço do número de metros, quando a roda de marcação é afastada do tubo/cabo, para ter a metragem correta à parte alguns metros não marcados. Opção completa com codificador suplementar sempre em contacto com o tubo/cabo.
  • Codificador mecânico com troca automática de hora de produção 01-12 am 01-12 pm
  • PASSO DE MARCAÇÃO VARIÁVEL:

  • Dispositivo para escolha de passo de marcação variável – O dispositivo de escolha do passo de marcação permite alterar o passo de marcação da máquina. Configurando o passo pretendido no painel de controlo, a máquina não marcará em contínuo cada metro, mas conforme programado pelo operador (a cada 1, 2, 3, … m). Máxima velocidade de marcação da máquina com dispositivo de escolha do passo de marcação: 20 m/min.
  • Motorização da roda de marcação para alta precisão do comprimento marcado:

  • Motorização com motor trifásico + transmissão com encoder – Para uma leitura precisa do comprimento com instrumento digital para correção de 0,1 mm- Com software especial Gnata para aceleração da máquina para alcançar a metragem passada e não marcada.
  • Motor brushless com regulação de binári, com transmissão e encoder – Para deteção da velocidade e regulação até obter a correta metragem ou medição em pés.
  • Abertura pneumática grupo de guia de tubo/cabo:

  • Dispositivo de abertura pneumática de dois braços das rodas de guia para passagem de alterações de diâmetro.
  • Dispositivo de abertura pneumática com três carros das rodas de guia para passagem de alterações de diâmetro.
  • Abertura grupo superior de marcação:

  • Abertura mecânica com carro deslizante com mangas – Para o grupo superior com contrapeso regulável para garantir um constante contacto e uma adequada pressão para passagem de alterações de diâmetro ou imperfeições.
  • Regulador de temperatura não em contacto:

  • Detetor de infravermelhos com apontador laser com instrumento
    digital para configuração e leitura constante da temperatura da roda de marcação.
  • Detetor de infravermelhos com apontador laser com instrumento digital para configuração e leitura constante da temperatura da roda de marcação. Versão dinâmica para alteração da velocidade de extrusão.
  • Aplicações especiais:

  • Siemens “PLC” para gerir funções da máquina complexas, com diálogo com a sua linha e adequação às exigências de automação da indústria 4.0.
  • Motorização eixo superior e inferior, comandada por painel para facilitar regulações ao alterar o diâmetro.
  • Rodas guia-tubo com secção côncava para uma orientação mais precisa e um endurecimento da parede a marcar.
  • Encoder a bordo da máquina para deteção correta do comprimento.
  • Codificadores mecânicos:

  • Codificadores ou datadores de 3-12 dígitos, com troca de dígito manual para número de lote – data com altura de 2,5 a 7 mm
  • Codificador para marcação de diâmetro de tubo e espessura, de 6 dígitos (Ø32×3,0), 8 dígitos (Ø125×12,5) com deslocação manual h. 3,5 – 7 mm ou 9 dígitos (Ø1200×40,5) h. 5-7 mm
  • Modificação máquina para marcação pés – metros:

  • Kit modificação para transformação da mesma máquina para marcação de metros ou pés e com todos os automatismos para reset automático metros-pés, número coil.
  • Versões especiais para marcação de inscrições com mais de 1000 mm:

  • Versão especial com duas estações de marcação para marcação até 2000 mm.
Modello Ø tubo (mm) Velocidade extrusão (m/min)
MAC 140 Ø 6÷90/140 mm 18-30-150 m/min
MAC 250 Ø 6÷90/250 mm 18-30-150 m/min
MAC 400 Ø 32÷400 mm 18-30-150 m/mm

Impressora motorizada com opções especiais para linha de produção com cabo de alta velocidade.

Vista traseira da impressora para produção com cabo de alta velocidade com: suportes jumbo motorizados, motorização trifásica controlada por inverter.

Esta imagem apresenta uma roda de marcação com contador de reinicialização automática, contador para numeração de bobinas com alimentação automática e dispositivo para troca automática entre dois rolos de fita. A troca automática é realizada sempre que se deteta que a fita chegou ao fim ou partiu-se, pelo que permite longos períodos de trabalho sem interrupções.
Esta imagem apresenta uma roda de marcação com contador de reinicialização automática, contador para numeração de bobinas com alimentação automática e dispositivo para troca automática entre dois rolos de fita. A troca automática é realizada sempre que se deteta que a fita chegou ao fim ou partiu-se, pelo que permite longos períodos de trabalho sem interrupções.
Roda de marcação de 2 pés com contador de 6 dígitos com reinicialização automática.
Roda de marcação de 2 pés com contador de 6 dígitos com reinicialização automática.
Máquina de marcação, versão motorizada, com roda de marcação de 2 pés.
Máquina de marcação, versão motorizada, com roda de marcação de 2 pés.
Estação de marcação em relevo na saída da cabeça de extrusão, para marcação a 0°. Com proteção total conforme a norma CE, com recolha pneumática da roda de marcação. Máquina com proteção fechada.
Estação de marcação em relevo na saída da cabeça de extrusão, para marcação a 0°. Com proteção total conforme a norma CE, com recolha pneumática da roda de marcação. Máquina com proteção fechada.
Estação de marcação em relevo na saída da cabeça de extrusão, para marcação a 0°. Máquina com proteção aberta.
Estação de marcação em relevo na saída da cabeça de extrusão, para marcação a 0°. Máquina com proteção aberta.
Estação de marcação em relevo na saída da cabeça de extrusão, para marcação a 0° e em simultâneo a 90° e 270°.
Estação de marcação em relevo na saída da cabeça de extrusão, para marcação a 0° e em simultâneo a 90° e 270°.
Numerador mecânico métrico para marcação em relevo de cabos (marcação tipo embossing) na sa´´ida da cabeça de extrusão.
Numerador mecânico métrico para marcação em relevo de cabos (marcação tipo embossing) na sa´´ida da cabeça de extrusão.

Impressora disponível com roda de marcação de pés e metros, com opções para cabos de alta velocidade.

Esta imagem apresenta uma impressora com uma roda de marcação de 2 pés. Versão combinada: é fornecido um kit de componentes com a máquina para permitir ao cliente converter para a operação métrica. A troca de 2 pés para sistema métrico demora aproximadamente 5 minutos.

Configurar a máquina
Step 1
Close
Tipo de marcação: ...... Close
Devo marcar: ...... Close
Material: ...... Close
Velocidade (máx.): (m/min)
Diâmetro mín. / máx. do cabo / tubo a marcar: min. / max.

Contactos

Sou Nome e apelido da Empresa Nome da empresa .
Quero ser contacto através do endereço de e-mail endereço de e-mail ou número de telefone número de telefone .